Siga-nos Você Também!

quinta-feira, fevereiro 04, 2016

Diferença entre: limite disponível, limite de saque e limite de crédito


Quando olhamos nosso extrato do banco, temos tanta informação para olhar que ficamos muito confusos. Muitas vezes, nem sabemos por onde começar e essa confusão pode até nos prejudicar, nos levando a cometer erros com pagamentos, saques e até depósitos. Principalmente no uso de cartões, saber melhor estas informações irão salvar sua vida financeira. Vamos saber o que significam todas estas informações de seu cartão de crédito para te ajudar a solucionar suas dúvidas
Fatura do Cartão
É o documento que registra todos os dados de compra que você efetuou durante um dado período a crédito. Estarão registrados quem recebeu o dinheiro, o número da parcela, alguns custos adicionais (como IOF no caso de compras em dólares), a cotação do dólar para o dia de fechamento da fatura, taxas de juros, financiamento, multa e atraso, assim como promoções e informações do banco. Cabe ressaltar que se você participa de qualquer tipo de programa de relacionamento, os pontos adquiridos no período estarão em sua fatura. Todos os bancos brasileiros disponibilizam o acesso à fatura online, deixando a oportunidade para um maior controle financeiro de seus gastos a crédito. Lembre-se que alguns pagamentos só entram na fatura depois de 3 dias do pagamento do na loja.



Entender uma fatura pode parecer um pouco complicado, mas não é. Praticamente todos os bancos disponibilizam online ou junto da fatura um guia sobre como entendê-la melhor. Dedique um tempinho para fazer essa análise, antes que você entenda a fatura errado e cometa erros que te causarão grandes prejuízos financeiros. (Foto: araujosilvaadvocacia.com.br)



Limite de Crédito ou do Cartão/Limite Disponível
O limite de crédito é o valor máximo que você pode ter em seu cartão de crédito. O limite disponível é quanto você ainda pode utilizar de seu cartão de crédito para compras e pagamentos. Por exemplo, digamos que você tenha R$2000,00 de limite em um cartão. Caso você faça a compra parcelada de um televisor de R$1000,00 em 10 parcelas de R$100,00, você terá disponível apenas R$1000,00 como limite disponível de seu limite de crédito. Isto porque você estará limitado pelo pagamento das parcelas. À medida em que efetuar os pagamentos das parcelas, o mesmo valor pago será liberado em seu limite disponível, ou seja, a cada R$100,00 pagos, R$100,00 ficarão disponíveis novamente até o último pagamento, quando seu limite disponível e seu limite de crédito ficarão iguais em R$2000,00. Por conta desta confusão que muitas pessoas não conseguem parcelar algumas compras em lojas e acabam passando vergonha desnecessariamente. Tome muito cuidado ao ultrapassar seu limite de crédito com compras inesperadas: alguns bancos cobram uma taxa para fazer uma “Avaliação Emergencial de Crédito” para aumentar o limite de seu cartão. Esteja preparado para isso.

Em todo caso o Banco Central deixa que o banco administrador do cartão defina como calcular o limite do cliente. O banco que lhe forneceu o cartão pode definir se considera o saldo devedor total para limitar o seu crédito no mês ou se considera o valor das parcelas do mês para definir o seu limite de crédito a cada mês.
Preste atenção: os cartões disponibilizam a possibilidade de saque de dinheiro funcionando como um empréstimo. Porém os juros são muito altos, sendo na maior parte dos casos o dobro de um empréstimo feito diretamente com o banco. Este limite de saque não tem o mesmo valor disponível para as compras, sendo muito menor do que isso. Não recomendamos sua utilização para quaisquer hipóteses, a não ser que você esteja longe de qualquer agência bancária, tenha acontecido uma emergência financeira muito grave e você precise do dinheiro com muita urgência. Tudo isso pode ser evitado com o correto planejamento financeiro, que você tem que começar o quanto antes.
Juros, Parcelamento, Atraso da Fatura
Dando uma olhada em sua fatura, você verá que existem 3 taxas diferentes para o caso de atraso ou parcelamento da fatura, após o pagamento do valor mínimo ou outro valor que não o total. Os juros são o valor que será cobrado mensalmente com o parcelamento. O atraso da fatura é a multa que é cobrada quando você não paga ela no dia correto. Como você pode ver, são valores muito altos. Por isso, pague sempre sua fatura em dia e pague sempre o valor total de sua fatura, evitando assim uma bola de neve de dívidas que te deixarão com uma corda amarrada no pescoço.
Pagamento de Contas no Cartão
O banco cobra uma taxa, normalmente muito alta, para agendar o pagamento de contas no seu cartão de crédito. Simplesmente não o faça. Com a taxa, compensa mais fazer o agendamento da conta para débito automático em uma data que você tenha recursos disponíveis em sua conta.

Credito ou Débito

Produto que usa bactéria para matar o Aedes está pronto desde 2006 e o governo ignora

Piloto teve sucesso em 2007, mas governo 'ignorou'; bacilo ataca as larvas.
Ministério diz que compra internacional impede uso de versão da Embrapa.


O larvicida biológico que usa uma bactéria para matar as larvas do mosquito Aedes aegypti –
transmissor da dengue, do chikungunya e do zika vírus – 
será usado no Distrito Federal a partir desta quinta-feira (21), mas já está pronto para utilização em larga escala há quase dez anos. A fórmula criada no Brasil foi registrada na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em 2006, mas nunca foi usada de forma sistemática no país.
O larvicida tem como "princípio ativo" o Bacillum thuringiensis israelense (BTI), uma bactéria inofensiva para humanos e animais domésticos, mas letal para o mosquito. Quando a larva do Aedes come essa bactéria na água limpa e parada, recebe quatro toxinas que causam paralisia generalizada e matam o vetor.

A versão brasileira, criada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em parceria com a empresa nacional Bthek, traz um bacilo em uma solução líquida. Ela é vendida pelo nome comercial "Bt-Horus" e custa cerca de R$ 60 por litro.
Em nota enviada ao G1, o Ministério da Saúde informou que só pode incluir um produto no Programa Nacional de Combate à Dengue se ele obtiver registro na Organização Mundial de Saúde (OMS). Essa restrição se aplica, segundo a pasta, porque a aquisição é feita por licitação internacional, com verbas da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).
O ministério diz analisar, "além da segurança e da eficácia, o custo-efetividade, o impacto epidemiológico esperado, o protocolo e estratégia de utilização do produto e o impacto orçamentário que será produzido".

O ministério não soube informar porque mantém um regulamento que impede a compra de produtos nacionais para o Programa Nacional de Combate à Dengue, criado em 2002. mesmo aqueles com autorização da Anvisa. Os governos locais e a própria União podem comprar o Bt-Horus diretamente do fabricante mas, para isso, não podem contar com as verbas da Opas.

Apesar de não prever a aquisição do bacilo na formulação nacional, o governo federal importou oito toneladas do produto em 2010 e fez a distribuição para 13 estados e o DF.

A diferença, segundo o próprio ministério, está na forma de apresentação do produto. O BTI foi licitado na versão "efervescente" (WDG, na sigla em inglês), regulamentada pela OMS. A versão nacional, o Bt-Horus, é vendida em solução aquosa e, por isso, precisaria de nova permissão do órgão ligado à ONU.

Sem continuidade
Em 2007, o produto foi testado pela Embrapa e pela Bthek em São Sebastião, no DF, com resultados acima dos esperados pela equipe. O índice de infestação, medido pelo número de focos encontrados a cada cem casas inspecionadas, passou de 4 para 1 após a aplicação do bacilo. De "risco iminente de epidemia", o índice caiu para "aceitável", segundo critérios da Organização Mundial de Saúde.

As pesquisas foram concluídas na sede da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, a 8 km do Palácio do Buriti e a menos de 200 metros da sede da Secretaria de Saúde, no fim da Asa Norte. A Embrapa afirma que tem como missão "viabilizar soluções de pesquisa, desenvolvimento e inovação", e que a criação de políticas públicas e aplicação de alternativas cabe ao Executivo.
Depois do teste bem-sucedido em São Sebastião, o produto sumiu dos protocolos distritais até a última segunda-feira (18), quando o governo anunciou o recebimento de 600 litros do produto. A carga foi doada pela União Química, empresa brasileira que comprou a Bthek.
O subsecretário de Vigilância em Saúde do DF, Tiago Coelho, afirma que a estratégia foi "revisitada" em função do aumento da ameaça causada pelo Aedes aegypti, que passou a transmitir a chikungunya e o zika vírus. "Os instrumentos que estávamos utilizando para conter a dengue estavam se mostrando ineficientes. O controle químico, por inseticida e larvicida, e o ambiental, com retirada de entulho e água parada", diz.
Novo protocolo
Desta vez, a aplicação do BTI será feita apenas pelos agentes autorizados da Secretaria de Saúde, e não pela própria população, como em 2007. Coelho afirma que os testes daquela época foram feitos pela própria empresa, e não pela pasta, e diz que a estratégia utilizada "não se mostrou efetiva". Ele preferiu não comentar os dados de redução de epidemia passados pela Bthek e pela Embrapa.

"Neste momento, depois de revisitar os pontos positivos e negativos, nós estamos introduzindo [o produto] com um novo protocolo. Vamos fazer o monitoramento de todos os indicadores e divulgar o resultado, dentro do protocolo que a secretaria entende como correto. É um processo contínuo: a pesquisa alimenta a política pública, que fornece novos dados para a pesquisa", diz o subsecretário.
Os 600 litros doados devem ser suficientes para dois ou três meses de aplicação, nas estimativas do GDF e considerando o "nível atual" de focos. Nesse período, a Secretaria de Saúde promete avaliar os resultados. "Assim que a gente identificar a efetividade, a intenção é fazer um termo de referência para adotar a compra regular", diz Coelho.
Na manhã desta quinta (21), 150 agentes da Vigilância Ambiental receberam o treinamento necessário para usar o produto, que será dividido em 12 mil ampolas de 50 ml. A previsão do GDF é de que o produto começasse a ser aplicado ainda nesta quinta nas regiões com o maior índice de focos do mosquito: Santa MariaGama, Brazlândia, Lago Norte e Planaltina.
O GDF garante que seguirá o cronograma de reaplicação indicado pelo fabricante – onde houver foco, o agente de vigilância terá que retornar a cada três semanas. O governo não explicou como fará esse controle na segunda etapa de implementação, quando todo o DF passar a receber o bacilo.
Nova tentativa
O gerente de produção da Bthek e da divisão de biotecnologia da União Química, José Eduardo Sacconi Nunes, diz que a aplicação do BTI no DF vai funcionar como um "segundo projeto piloto", em uma tentativa de reinserir o larvicida no mercado. Desde 2010, segundo ele, nenhum governo municipal, estadual, distrital ou federal adquiriu o produto, de modo contínuo, para o combate à dengue.

"O produto foi utilizado sistematicamente na região Sul, mas no combate ao mosquito borrachudo, pelo incômodo que ele causa em populações ribeirinhas. É um mosquito que gosta de água corrente, não bota ovo em água parada. Como o larvicida ataca a larva, e não o adulto, pode ser que o Aedes volte a pôr ovos ali. Por isso, você precisa ir reaplicando até matar toda a cadeia", diz.
A dose necessária para eliminar as larvas de Aedes varia de uma gota (para ralos domésticos) a um litro (piscinas de 20 mil litros). "Dependendo da dose, as larvas morrem em 24 horas. A vantagem é a especificidade, ou seja, essas toxinas só agem nas larvas e são inofensivas aos humanos, animais, plantas", diz a pesquisadora Rose Monnerat, que liderou a pesquisa do bacilo na Embrapa.
Após aplicado, o bacilo se reproduz muito pouco, e apenas dentro da larva morta. Como a bactéria é sensível à luz solar, o produto é mais eficiente para ambientes internos e precisa ser reaplicada, "religiosamente", a cada três semanas. A ação funcionaria como complemento ao uso dos "fumacês", mais eficazes na área externa porque os moradores fecham as portas e janelas durante a aplicação.
Dengue no DF
O Distrito Federal registrou aumento de 110% no número de casos de dengue nas primeiras duas semanas de 2016, em comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 253 infecções confirmadas até a última segunda-feira (18), contra 120 apurados em 2015. Os dados foram divulgados nesta quarta (20) no boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde.

Entre os dias 11 e 18 deste mês, o índice de casos pulou de 59 para 253 – foram 194 infecções em apenas sete dias. A variação, segundo a Saúde, foi impulsionada pelo crescimento das ocorrências em Brazlândia – de 3, em 2015, para 100 em 2016. Em 13 regiões, o índice caiu em relação ao ano passado, e em outras nove, houve estabilidade.
G1

Aprovado PLC 14/2015 que aumenta para 6 mese a licença maternidade e 20 dias a licença partena

Os senadores aprovaram nesta quarta-feira (3) o projeto que cria o Marco Legal da Primeira Infância (PLC 14/2015).  A proposta determina um conjunto de ações para o início da vida, entre zero e seis anos de idade. Uma novidade é o aumento do tempo para os pais cuidarem dos recém-nascidos. O texto, que vai à sanção presidencial, aumenta para seis meses a duração da licença-maternidade, por meio do Programa Empresa-Cidadã, e para 20 dias a licença-paternidade. Os mesmos direitos estão assegurados a quem adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção.
O projeto estabelece como questões prioritárias a serem cuidadas na primeira infância a saúde, alimentação, educação, convivência familiar e comunitária, assistência social, cultura, lazer, espaço e meio ambiente.
As gestantes e as famílias com crianças na primeira infância deverão receber orientação e formação sobre maternidade e paternidade responsáveis, aleitamento materno, alimentação complementar saudável, crescimento e desenvolvimento infantil integral, prevenção de acidentes e educação sem uso de castigos físicos. A ideia é a formação e a consolidação dos vínculos afetivos e o estímulo ao desenvolvimento integral na primeira infância.
O texto ainda expande a educação para as crianças de zero a três anos. As instalações e os equipamentos devem obedecer aos padrões de infraestrutura estabelecidos pelo Ministério da Educação. Além disso, o Poder Público deverá organizar e estimular a criação de espaços lúdicos em locais onde há circulação de crianças.
O Marco Legal também obriga a União a manter registros com os dados do crescimento e desenvolvimento da criança. Além disso, a União deverá informar à sociedade quanto gastou em programas e serviços para a primeira infância. A mesma obrigação terão os estados e municípios.

Apoio unânime

O senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) ressaltou que havia uma lacuna de políticas e ações voltadas à primeira infância no Brasil e o projeto é um reconhecimento dessa fase como base para todas as aprendizagens. Segundo ele, a neurociência classifica esse período como fundamental na estruturação do ser humano, por ser o período em que pelo menos 80% das conexões dos neurônios se formam.
— Estudos demonstram que a qualidade de vida de uma criança entre o nascimento e os seis anos de idade pode determinar ou não as contribuições que ela trará à sociedade quando adulta — explicou.
A relatora do PLC 14/2015 no Senado, senadora Fátima Bezerra (PT-RN), disse que o projeto faz parte de uma "agenda cidadã" e está em consonância com o Plano Nacional de Educação e com o Plano de Ações Articuladas.
— É uma legislação muito avançada. Estende o olhar sobre todos os direitos da criança na primeira infância e na sua relação com a família. Alguém já disse que se pode reconhecer o valor de um país pelo modo como trata suas crianças, portanto, é disso que trata o projeto de lei — elogiou.
Os senadores Waldemir Moka (PMDB-MS), Cristovam Buarque (PDT-DF) e José Medeiros (PPS-DF) ressaltaram que gastar na primeira infância não é despesa, mas sim investimento. Segundo eles, cada criança que não é bem cuidada nessa fase é um pedaço do futuro que é consumido no Brasil inteiro. Para José Medeiros, o Marco Legal da Primeira Infância pode impactar, inclusive, na melhoria da segurança pública.
O senador José Serra (PSDB-SP) acrescentou que o projeto ainda abre caminho para um fortalecimento da profissão dos educadores da primeira infância, o que também é algo tratado de maneira improvisada no Brasil, embora seja um setor da área educacional extremamente complexo. O senador Romero Jucá (PMDB-RR) comemorou o fato de o Senado ter aberto o ano de votações com uma matéria tão importante para o futuro.

segunda-feira, fevereiro 01, 2016

Congresso retoma atividades: Impeachment contra Dilma e processo contra Eduardo Cunha serão as pautas

Os deputados federais e os senadores retomam as atividades nesta semana, com a perspectiva de enfrentar temas polêmicos no início de 2016, como o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, além dos processos que envolvem o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), preso na Operação Lava Jato.

O início do ano legislativo será marcado por uma sessão conjunta (deputados mais senadores) na terça-feira (2), às 15h. A reunião ocorrerá no plenário da Câmara dos Deputados – maior que o do Senado – e será presidida pelo senador Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Congresso Nacional.

Na sessão de abertura, são previstos discursos dos presidentes da Câmara, do Senado, do Supremo Tribunal Federal (STF), e da presidente da República. A mensagem da presidente Dilma Rousseff deve ser levada ao Congresso pelo ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, conforme antecipou o Blog da Cristiana Lôbo.



Impeachment
Entre os temas espinhosos que os parlamentares devem enfrentar neste ano está o processo de impeachment de Dilma, que foi deflagrado em 2 dezembro pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.

Ainda em 2015, os deputados elegeram uma chapa alternativa, formada por deputados da oposição e dissidentes da base aliada, para a comissão especial que analisará o caso.
Depois de o PCdoB recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a escolha dessa chapa, os ministros anularam a eleição por entenderem que a votação deveria ser aberta – e não secreta, como foi – e somente com uma chapa oficial, indicada pelos líderes partidários – e não com duas, como ocorreu.

O presidente da Câmara já anunciou que no início de fevereiro apresentará ao Supremo embargos de declaração (recurso usado para esclarecer pontos da decisão que não teriam ficado claros).
Cunha chegou a dizer que o impasse sobre a eleição da comissão especial vai paralisar as comissões permanentes da Câmara por tempo indeterminado, na volta do recesso.

Na última semana, no entanto, Cunha recuou ao ser questionado por jornalistas sobre se ele iria manter as comissões paralisadas até que o STF se manifestasse. Para ele, é preciso "avaliar pelo 'timing'" que o Supremo terá ao decidir sobre o rito antes de tomar qualquer decisão.
Eduardo Cunha
Com o retorno das atividades, também volta a análise do processo a que Eduardo Cunha responde no Conselho de Ética por suposta quebra de decoro parlamentar, que pode resultar até na cassação do mandato.
Após sucessivos adiamentos e a troca do relator, o parecer preliminar pela continuação das investigações foi aprovado em 15 de dezembro.

No entanto, o deputado Carlos Marum (PMDB-MS), um dos aliados de Cunha, entrou com recurso na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) alegando que, por ter havido a substituição do relator do caso, tratava-se de um novo relatório – embora tivesse o mesmo teor que o primeiro – e, por isso, cabia novo pedido de vista (mais tempo para análise) antes da votação do parecer.

O recurso entrou na pauta da comissão, mas a votação acabou adiada para fevereiro por falta de quórum. O relator do recurso, deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), já adiantou, porém, que vai defender a anulação da votação.
Delcídio do Amaral
O senador Delcídio do Amaral (PT-MS), que foi preso acusado de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato, tem de apresentar sua defesa ao Conselho de Ética do Senado.
Ele é alvo de um processo que pode levar à cassação do mandato.

O senador foi notificado em 22 de dezembro, último dia de trabalho dos parlamentares em 2015. Por isso, o prazo de dez dias úteis que ele tem para se defender começa a ser contado a partir de terça-feira (2), primeiro dia de atividade parlamentar em 2016.

Contas do governo
O Congresso Nacional vai retomar a análise do parecer do Tribunal de Contas da União (TCU) pela rejeição das contas de 2014 do governo Dilma Rousseff.
Em dezembro do ano passado, o relator do tema na Comissão Mista de Orçamento (CMO), senador Acir Gurgacz (PDT-RO), apresentou um relatório que diverge do TCU e recomenda a aprovação, com ressalvas, das contas.

Os parlamentares da comissão têm até 13 de fevereiro para apresentar emendas ao relatório.
Depois disso, o relator irá elaborar um parecer sobre as propostas e o plenário da comissão votará o texto. Após passar pela comissão, segue para votação no plenário do Congresso. É nessa votação que deputados e senadores vão decidir pela aprovação ou não das contas.

G1

quinta-feira, janeiro 28, 2016

Bolsa Família: Calendário do Acompanhamento da Frequência Escolar 2016

O Governo Federal divulgou o calendário do acompanhamento do frequência escolar 2016 do Sistema Presença. A frequência escolar é inserida bimestralmente no Sistema Presença por meio dos relatórios preenchidos pelas escolas, sendo quatro coletas por ano. O aluno de seis a quinze anos deve ter frequência mínima de 85% ao mês , abaixo disso, a família corre o risco de ter o benefício bloqueado por trinta dias ou até mesmo suspenso por sessenta dias. Por isso, que as faltas devem ser justificadas junto à escola onde o aluno está matriculado. A família precisa ter o cadastro atualizado junto as Secretarias Municipal de Educação e a Ação Social toda vez que houver mudança domiciliar da família e escolar.    

Salve o Piranhas

quarta-feira, janeiro 27, 2016

Mulher bate em guichê com extintor por não receber o Bolsa Família

Uma mulher pegou um extintor de uma lotérica em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, e bateu nos vidros dos guichês por não ter recebido o benefício do Bolsa Família, que ainda não havia sido liberado.

Conforme a RPCTV, a situação aconteceu na tarde de ontem (16). Ela também usou o suporte do extintor para bater nos vidros blindados e um deles rachou com as pancadas.

A mulher foi encaminhada ao Fórum de Ponta Grossa e em seguida acabou liberada.





Indignada por não receber o Bolsa Família, mulher usou extintor de incêndio para bater em vidros de guichê de lotérica - Imagem: Reprodução/RPCTV

TNOnline

sexta-feira, janeiro 22, 2016

OAB PEDE A DILMA CRIAÇÃO DO "MINISTÉRIO DA SEGURANÇA"


OAB: a "CUT" do judiciário? mais uma instituição para atuar como linha auxiliar dos planos do Foro de São Paulo?

A OAB enviou ofício à presidente Dilma Rousseff pedindo a federalização da segurança pública e a criação de um ministério para fazer frente à violência no país.

O presidente da OAB, Marcus Vinícius Furtado Coêlho, diz ainda que Dilma prometeu implantar Centros Integrados de Comando e Controle Regionais, após a experiência com os equipamentos na Copa do Mundo, mas até agora não cumpriu a promessa.

Via: http://veja.abril.com.br/

BRASIL SERÁ RESPONSÁVEL POR 1 A CADA 3 NOVOS DESEMPREGADOS NO MUNDO EM 2016



O que falta mais para os brasileiros reconhecerem que esse país está de mal a pior, e que só um verdadeiro arrependimento e renúncia à esta cultura iníqua de prostituição, mentiras, corrupção e idolatria, Deus irá transformar a realidade deste país?
---

Brasil registrará o maior salto na taxa de desemprego entre as grandes economias do mundo em 2016 e, durante o ano, 700 mil brasileiros devem perder seus trabalhos. Os dados foram publicados pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), que, em seu informe anual, aponta para o aumento do desemprego no país para 7,7% e alerta que a crise econômica levará a uma "queda severa" no mercado de trabalho.

O Brasil será responsável por um a cada três novos desempregados em 2016 no mundo. No total, 2,3 milhões de postos de trabalho serão destruídos no mundo. Desses, 700 mil no Brasil. O mercado brasileiro ainda responderá por mais de um terço de todo o desemprego latino-americano. Em comparação a 2014, serão 1,2 milhão de novos desempregados no Brasil. "Essa é a maior elevação do desemprego entre as grandes economias", alertou o diretor do Departamento de Pesquisas da OIT, Raymond Torres.

Segundo a OIT, o Brasil "entra numa recessão severa" e nem mesmo as políticas sociais e de promoção de empregos implementadas nos últimos anos serão suficientes para frear o desemprego. A taxa de desemprego passou de 6,8% em 2014 para 7,2% em 2015 e deve atingir 7,7% ao final de 2016. Para a OIT, essa é uma "alta significativa". Em números absolutos, a alta é de 7,7 milhões de desempregados no ano passado para 8,4 milhões de pessoas em 2016.

Em 2017, a taxa vai cair de forma marginal, para 7,6%. Mas, ainda assim, os dois próximos anos terão taxas acima da média registrada entre 2008 e 2013. "Será um ano muito difícil economicamente para o Brasil, com uma recessão e, apesar de tudo o que foi feito no passado para a criação de empregos e dos mecanismos institucionais e políticas sociais, nada será suficiente para conter o aumento do desemprego", declarou Torres.

Além da crise interna, a exposição do Brasil ao mercado chinês também não ajudará. Com a pior taxa de crescimento em 25 anos em Pequim, as vendas nacionais devem sofrer e, uma vez mais, o impacto na criação de emprego será sentido e o que mais preocupa a entidade é que a consequência será um freio no combate à pobreza. Em 2015, 24% dos trabalhadores ocupava postos vulneráveis, sem garantias sociais e salários baixos. Essa taxa, porém, vai continuar pelos próximos dois anos. O número de pessoas ganhando apenas US$ 3 por dia também vai aumentar, depois de mais de uma década em queda. Em 2015, 5,1% dos trabalhadores recebiam salários miseráveis e, para 2016, a taxa passa a 5,2%.

Via: http://epocanegocios.globo.com/

“NÃO TEM UMA VIVA ALMA MAIS HONESTA DO QUE EU”, DIZ LULA

Lula conversou com blogueiros nesta quarta-feira (20), no Instituto Lula (Foto: Reprodução/Instituto Lula)



Em café da manhã com blogueiros na manhã desta quarta-feira, 20, no Instituto Lula, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que ‘não tem uma viva alma mais honesta’ do que ele. O petista começou a responder perguntas a partir das 10h. Na primeira resposta, Lula falou sobre investigação de corrupção.

“Se tem uma coisa que eu me orgulho, neste país, é que não tem uma viva alma mais honesta do que eu. Nem dentro da Polícia Federal, nem dentro do Ministério Público, nem dentro da igreja católica, nem dentro da igreja evangélica. Pode ter igual, mas eu duvido”, disse.

Em qualquer outra situação, uma pessoa normal estaria às gargalhadas, com dor na barriga de tanto rir. Mas o que era para ser a piada do dia, quiçá do século, não tem a menor graça no atual contexto. O motivo é simples: Lula tinha que estar preso! Em vez disso, está no poder ainda, livre, leve e solto, enquanto sua família desfruta dos milhões que ganhou quase da noite para o dia em relações mais do que suspeitas com empreiteiras investigadas na Operação Lava-Jato.

Não sou psiquiatra, mas arrisco um palpite de diagnóstico: são traços de psicopatia sim! Até porque já vi um respeitado psiquiatra dizendo o mesmo, e tudo se encaixa. O escárnio para com os fatos, a ridicularização que faz de nós todos, o tom megalomaníaco e ególatra de um dos sujeitos mais mequetrefes e imorais que este país já teve, tudo isso nos leva a concluir que Lula tem claros traços de psicopatia mesmo.

Lula se considerar o mais honesto do país é como Cicciolina afirmar que é a mais virgem do pedaço. Talvez seja a reação apavorada de alguém sentindo o calor cada vez mais forte da Lava-Jato no cangote, a ponto de ter contratado um novo advogado criminalista. Mas sem uma completa falta de empatia, de apreço pela verdade e pelo próximo, seria impossível alguém ter essa cara de pau toda.

Seu dia vai chegar, Brahma! Sergio Moro e o “japa” vão transformar seus piores pesadelos em realidade. E quando isso acontecer, o Brasil vai parar, as ruas serão tomadas por cidadãos honestos, todos celebrando o combate à impunidade. Stalin se considerava uma pessoa boa. Ao revisar para a publicação a sua biografia oficial, o ditador comunista ordenou que fosse incluída uma frase mencionando que ele jamais deixou que seu trabalho fosse prejudicado pela mais leve sombra de vaidade, presunção ou idolatria. Negar dessa forma tão grotesca a vaidade é justamente confessá-la abertamente, aos brados!

O mesmo quando alguém feito você, Lula, repete por aí que é o mais honesto de todos. Não é mais um caso simples de autoengano, e sim de psicopatia mesmo. Qualquer compromisso com a verdade, valor apenas para a “moral burguesa”, foi quebrado. E restou isso: um canalha que ri da cara dos “otários” impotentes. Mas isso vai mudar. O Mal não triunfará para sempre…

Via: Época e Rodrigo Constantino

LÍDER MUÇULMANO DA ALEMANHA JUSTIFICA ESTUPRADORES: “ELAS FORAM ESTUPRADAS PORQUE ESTAVAM SEMINUAS E USANDO PERFUME”

Ao alertar mulheres para “não jogar lenha na fogueira”, o imam de uma mesquita salafista da cidade de Colônia (Alemanha) disse que as vítimas dos ataques em sua cidade, na véspera do Ano Novo, foram as responsáveis por terem sido assediadas sexualmente, devido ao fato de se vestirem inapropriadamente e por usarem perfume.

O imam Sami Abu-Yusuf, em entrevista para o canal russo REN TV. Fonte: Breitbart.

A declaração do imam Sami Abu-Yusuf foi feita durante uma entrevista para o canal russo REN TV, que buscava atualizar a população russa com os últimos acontecimentos na invasão de imigrantes à Europa. Na reportagem, o Imam aparece entre filmagens contendo tumultos causados por imigrantes em Colônia, mulheres sendo assediadas sexualmente por gangues de árabes e informações sobre o aumento no interesse da população alemã em cursos de autodefesa. O Imam, então, declara: “Precisamos reagir adequadamente; e não jogar lenha na fogueira”.

Ao explicar, de acordo com a visão do Islã Salafista, por que centenas de mulheres foram agarradas, assediadas sexualmente e, em alguns casos, estupradas por gangues de imigrantes em cidades alemãs, o imam disse: “Os eventos da véspera de Ano Novo foram culpa das próprias mulheres, pois elas estavam seminuas e usando perfume. Não é surpresa que os homens quiseram atacá-las. [Se vestir desta forma] é como jogar lenha na fogueira”.

O tom da reportagem é revelador, mostrando não estar surpresa com o fato de que a imigração em massa de muçulmanos resultaria em violência e em estupros coletivos. O narrador da reportagem disse aos telespectadores que, após os eventos da véspera de Ano Novo, estava se tornando difícil de dizer se a Alemanha pertence aos alemães ou aos muçulmanos. O narrador também afirma que os casos de assédio sexual não passaram de um presságio de algo muito maior, que está por vir.

A reportagem também contém uma entrevista com um ex-policial, que expressou preocupação com a imigração em massa. O policial aponta que crimes cometidos por imigrantes nem sempre são registrados pela polícia alemã e, ainda que sejam, estes dados não são repassados para o governo. Ele ainda diz ao entrevistador que, em sua experiência, os imigrantes não vêm à Alemanha em busca de uma vida melhor; eles vêm em grupos com o objetivo de se incorporar ao crime organizado.

Sami Abu-Yusuf é o Imam da mesquita Al Tawheed em Colônia, uma dentre milhares, localizadas em áreas residenciais e industriais, voltadas para atender a crescente população muçulmana na Europa. A mesquita, que é declarada como pregadora da crença fundamentalista Salafista do Islã, foi alvo de oficias contra-terroristas em 2004.

Um artigo jornalístico da época afirma que oficiais buscavam desmantelar uma “rede secreta de árabes Mujahidden”, que estava sendo construída pelos fiéis, além da suspeita de ataques terroristas estarem sendo planejados dentro da mesquita. Enquanto oficiais invadiam a mesquita, os “irmãos muçulmanos” estavam rezando, escondendo papéis e marcando a identidade daqueles que tinham entrado no local àquela hora.

O crescimento do Salafismo na Europa é uma grande preocupação para os serviços de segurança, por considerar a si própria como a forma mais pura do Islã e busca obedecer aos comandos do Corão de forma literal. O portal Breitbart Londres reportou exaustivamente as atividades extremistas recentes de muçulmanos Salafistas na Alemanha, de tumultos em massa – onde centenas de homens armados com facas e barras de ferro entraram em confronto com a polícia – e as estratégias de recrutamento de imigrantes recém-chegados por Curdos nas ruas de Hamburgo.

Breitbart Londres reportou em Setembro o comportamento destes radicais Salafistas, que enviaram membros de seu grupo para estações de trem nas fronteiras do sul e em campos de refugiados, para recrutar muçulmanos recém-chegados. Um porta-voz do serviço de segurança da Baviera afirmou, sobre este comportamento: “Salafistas estão tentando falar com jovens desacompanhados que vieram para a Alemanha sem as suas famílias e que estão precisando de suporte e de conexões. Os Salafistas estão tentando se aproveitar da situação desesperadora dos refugiados para satisfazer à sua própria agenda”.

Publicado por Oliver Lane em 19/01/2016
Traduzido por cpac e revisado por Jonatas em 20/01/2016

Via: http://tradutoresdedireita.org/

OBAMA REVELA QUE MANTÉM UMA ESTÁTUA DE UM dEUS HINDU E BUDA NO BOLSO (VÍDEO)

img_jalbarran_20160116-123753_imagenes_lv_otras_fuentes_obama_bolsillo-kTMC-U301449956482h0C-992x558@LaVanguardia-Web

Eram uma nação cristã... agora é de "todos os deuses"... e assim será a religião mundial do anticristo... se Obama também não for o próprio...

É estranho que poucos dias antes de o Papa Francisco publicar um vídeo onde se diz que os budistas também são filhos de Deus e busca a Deus, o Presidente Barack Obama, revelou em uma entrevista os objetos religiosos carregados em seu bolso.

Como você pode ver neste vídeo, em uma entrevista Obama revela que entre as coisas que CARREGA no bolso é um rosário dado a ele pelo papa Francisco e CARREGA uma imagem de de Buda e um deus hindu. Assista ao vídeo e tire suas conclusões da mensagem que o Presidente Obama quer transmitir ao mundo com esta peculiaridade:



Via: http://www.apocalipsenews.com/

PESTES: ARGENTINA É ATACADA POR MILHÕES DE GAFANHOTOS

"...e haverá fomes, e pestes..." - Mateus 24:7


Um ataque inesperado de gafanhotos surpreendeu três províncias do noroeste da Argentina nos últimos meses. É o pior ataque do inseto "em mais de cinquenta anos", segundo o engenheiro agrônomo Diego Quiroga, diretor nacional de proteção vegetal do Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentária (Senasa) do país.

Em entrevista por telefone, ele atribuiu o fenômeno à mudança do clima. "Primeiro, tivemos uma forte seca durante três anos (2012, 2013 e 2014) nas províncias afetadas pela praga, e no ano passado um inverno com temperaturas altas e fortes chuvas", disse à BBC Brasil.

O gafanhoto, de acordo com Quiroga, costuma "se esconder no inverno" e aparecer para se alimentar nas outras estações, como a primavera.

"Mas sem inverno definido, eles acabaram antecipando seus ciclos naturais, passando a se reproduzir também em quase todas as estações do ano."

O ataque dos gafanhotos – chamados de langostas em espanhol – começou a ser observado em julho passado na província de Santiago del Estero e se espalhou para as vizinhas Tucumán e Catamarca, segundo a assessoria da entidade chamada Confederações Rurais Argentinas (CRA), com sede em Buenos Aires.

Vídeos caseiros com gafanhotos em massa sobrevoando plantações, feitos pelos produtores rurais, foram publicados nas redes sociais assim que o fenômeno ganhou força, no segundo semestre do ano passado.

Mudanças climáticas podem ter prolongado período de reprodução de gafanhotos (Foto: BBC/CRA)

'Exército' de insetos
Por causa do período de reprodução prolongado, diz Quiroga, a expectativa é de que em cerca de vinte dias os gafanhotos voltem a sobrevoar as plantações em grandes grupos, caso não sejam combatidos.

"Cada nuvem de gafanhotos pode ter até cinquenta milhões de insetos. Não queremos erradica-los, não é essa a proposta, mas combatê-los para que não cheguem a outras províncias", disse.

O presidente da Sociedade Rural da província de Tucumán, Ignacio Lobo Viaña, disse que os gafanhotos "agem como um exército atacando pasto e cultivos como soja e milho". Aos 56 anos, ele disse que "jamais viu nada parecido" em termos de ataque do inseto.

Quiroga, por sua vez, afirma que não existem cálculos sobre as perdas econômicas para o setor agrícola na região, mas que "o impacto é mais visual do que matemático", já que os insetos atacam principalmente os pastos.

Segundo cálculos da CRA, cerca de 700 mil hectares estão sendo afetados pelo fenômeno, mas a maioria deles é coberta de pasto. Cerca de 180 mil hectares são ocupados por cultivos.

'O gafanhoto não espera'
Cerca de 700 mil hectares já foram afetados pelos insetos, a maioria coberto por pasto (Foto: BBC/CRA)


Na última quinta-feira, autoridades federais e provinciais anunciaram ações conjuntas para combater a praga.

"São brigadas especiais para combater o inseto, até porque focos do gafanhoto começaram a aparecer onde antes não existia no país, como ocorreu recentemente na província de Salta (no norte da Argentina) e em Córdoba (na região central do país), entre outros locais", afirmou Quiroga.

Em entrevista à imprensa local, o presidente do Senasa, Jorge Dillon, disse que vai ser necessária uma ação conjunta do setor público e privado para "cuidar da produção nacional".

A preocupação com a produção agrícola argentina também foi abordada pelo secretário de Agricultura do país, Ricardo Negri, que disse que o Ministério de Agroindústria, que faz parte da força tarefa de combate ao gafanhoto, assumiu o "compromisso de incrementar seus recursos e coordenar medidas que solucionem o tema (da praga do gafanhoto)".

Após o anúncio das ações, a CRA divulgou comunicado dizendo que o "gafanhoto não espera" e alertando para a reprodução rápida do inseto.

Fonte: BBC. e Últimos Acontecimentos

quinta-feira, março 12, 2015

Celular e adolescentes: uma relação perigosa

O celular tira o sono de jovens

Uma pesquisa feita em Flandres, na Bélgica, com 1.656 estudantes de 13 a 17 anos, revelou que o uso do celular à noite é prática recorrente entre os adolescentes e isso está diretamente relacionado ao aumento do nível de cansaço desses jovens após algum tempo.
A preocupação maior dos pais no que diz respeito à mídia, é com relação ao tempo que as crianças gastam vendo TV, ouvindo música ou navegando na Internet. O celular é visto como um simples aparelho de comunicação, útil em situações de emergência, mas os jovens hoje usam os meios de comunicação modernos de forma que os pais nem imaginam.
Casos de cansaço excessivo informado pelos adolescentes foram atribuídos ao abuso na utilização do celular, tanto em ligações quanto em trocas de mensagens de texto. Eles gastam muito tempo se conectando com outras pessoas, e alguns deles fazem isso a noite inteira.
Por outro lado, um melhor rendimento escolar está relacionado a uma boa noite de sono. Estudos revelam que adolescentes que dormem menos estão mais propensos a problemas cognitivos ou comportamentais em sala de aula. Os pais devem estar alerta: é preciso restringir ou proibir o uso do celular após a hora de dormir.
Especialistas recomendam que crianças e adolescentes tenham entre oito e dez horas de sono por noite para manter uma vida saudável e um bom desempenho durante o dia. Além disso, os pais que desconfiam que seus filhos estejam sofrendo de distúrbios do sono devem recorrer a consultas com pediatras ou especialistas na área. E dar conselhos como: durma bem para melhorar suas notas.

Por Líria Alves
Equipe Brasil Escola

segunda-feira, fevereiro 09, 2015

Especialista em terror afirma: “A Fox News está literalmente trabalhando para o ISIS”



A rede foi criticada por hospedar vídeo sem censura de execução do piloto jordaniano

Após a Fox News se tornar a única grande emissora a transmitir o vídeo completo sem censura do piloto jordaniano sendo queimado até a morte, o especialista em terror Malcolm Nance acusou a rede de "literalmente trabalhar para o ISIS".

O vídeo, que mostra a execução cinematográfica arrepiante e brutal de Muadh al-Kasasbeh, não foi transmitido por qualquer outra rede e as cópias do mesmo carregados para o YouTube e outros sites de compartilhamento de vídeos foram deletadas quase que instantaneamente.

No entanto, a Fox News está hospedando o vídeo completo de 22 minutos em seu site com as palavras acima, "alerta, vídeo extremamente forte".

"[Fox News] está literalmente - literalmente - trabalhando para a al-Qaeda e braço da mídia do ISIS", disse Nance, o diretor executivo do grupo de pesquisa do Terror Asymmetrics Project on Strategy, Tactics and Radical Ideology, ao The Guardian.

"Eles são uma organização terrorista. Eles procuram atingir o terror nos corações e mentes das pessoas em todo o mundo, e, pela perpetuação desses vídeos e colocando-os lá fora, na internet, certamente ampliam a audiência e os potenciais efeitos", acrescentou ele, acusando a Fox News de promover o ISIS como uma "plataforma".

"Eles poderiam muito bem começar a enviar a eles cheques de royalties", brincou Nance.

É interessante notar que a cobertura da mídia das execuções do ISIS tinha sido reduzida significativamente antes de queimarem o piloto da Jordânia, com uma sensação de "fadiga de decapitação" insinuado na cobertura da imprensa.

"Queimá-lo vivo também seria algo novo que poderia atrair mais cobertura da mídia, o qual é o objetivo de muitos ataques terroristas", disse James Phillips, pesquisador sênior de assuntos do Oriente Médio na Heritage Foundation.

Parece muito provável que o sofisticado braço de mídia do ISIS viu o novo método brutal de execução como forma de recuperar a atenção da mídia ocidental - apesar do fato de que queimar pessoas é especificamente proibida pelo Islã.

Dada a controvérsia em torno da decisão da Fox News de hospedar o vídeo, também é interessante lembrar o aviso da polícia britânica do ano passado que as pessoas que apenas assistirem os vídeos de propaganda do ISIS, por qualquer razão, poderiam enfrentar prisão sob as leis anti-terroristas.

Fontes:
- 
Infowars: TERROR EXPERT: FOX NEWS IS “LITERALLY WORKING FOR ISIS”
- The Guardian: Fox News website embeds unedited Isis video showing brutal murder of Jordanian pilot
- Daily Signal: Why ISIS Burned Jordanian Pilot Alive
- Infowars: HOW ‘ISLAMIC’ IS THE ISLAMIC STATE?
- 
Standard: Scotland Yard warns people could be arrested under anti-terror laws for viewing footage of the killing of US journalist James Foley